Kirill Petrenko e a Filarmônica de Berlim

Fumaça branca na Philarmonie. Habemus maestro. Claro, não poderia passar o dia sem algumas palavras sobre a eleição de Kirill Petrenko para regente titular e diretor da Filarmônica de Berlim a partir da temporada 2018/2019. Antes de tudo, uma questão óbvia: Petrenko, qual cardeal Bergoglio, não estava em qualquer lista de especialistas. Eu tampouco imaginava… Leia mais Kirill Petrenko e a Filarmônica de Berlim

Evgeny Kissin em São Paulo; ou: as virtudes de um pianista jurássico

São claras para todos nós amantes de música as virtudes esperadas em um espetáculo de Evgeny Kissin. Sobretudo, sua sonoridade extraordinária, que ficou mais uma vez explícita no programa desta quarta-feira dia 17 de junho, na Sala São Paulo. Extraordinária sonoridade em sua variedade de timbres – nunca opacos -, projeção de som quase sobrenatural,… Leia mais Evgeny Kissin em São Paulo; ou: as virtudes de um pianista jurássico

Especial – Festival de Lucerna 2014 (I)

No dia 03 de setembro de 2014, o Festival de Música de Lucerna programou o evento mais esperado: às 18h30, Orquestra Filarmônica de Berlim e Sir Simon Rattle apresentavam a premiada mise en espace do diretor americano Peter Sellars para a “Paixão segundo São Mateus” de Johann Sebastian Bach (1685-1750). Chamada pelo diretor de “ritualização”,… Leia mais Especial – Festival de Lucerna 2014 (I)

Música: entre riscos e acertos institucionais

Pausa nos trabalhos doutorais para uma pequena digressão já que a cena clássica iniciou animada não apenas em São Paulo e Rio de Janeiro. Soma-se agora à nomeação (confirmada? Acho que não…) de John Neschling para o Theatro Municipal de São Paulo – auspicioso princípio da gestão cultural do PT na cidade – e Isaac Karabtchevsky para o Theatro… Leia mais Música: entre riscos e acertos institucionais