Obituário – Dominique Jameux

Um dos grandes nomes da divulgação séria da música clássica na França, faleceu recentemente o musicólogo Dominique Jameux. Jameux marcou algumas gerações de ouvintes e amantes de música clássica como a voz ativa das rádios francesas e um escritor prolífico e apaixonado de autores do século XX. Entre seus grandes livros, “Richard Strauss”, “Alban Berg”… Leia mais Obituário – Dominique Jameux

Entusiasmo e sutileza com a Orquestra Festival de Budapeste

A Orquestra Festival de Budapeste apresentou-se no palco da Sala São Paulo estes dias 29 e 30 de junho. Antes mesmo de iniciar a performance já era possível notar algumas das “excentricidades” da Orquestra Festival de Budapeste; o oboé não seguia a regra e ao invés de uma nota tocava três: o Sol para as… Leia mais Entusiasmo e sutileza com a Orquestra Festival de Budapeste

Kirill Petrenko e a Filarmônica de Berlim

Fumaça branca na Philarmonie. Habemus maestro. Claro, não poderia passar o dia sem algumas palavras sobre a eleição de Kirill Petrenko para regente titular e diretor da Filarmônica de Berlim a partir da temporada 2018/2019. Antes de tudo, uma questão óbvia: Petrenko, qual cardeal Bergoglio, não estava em qualquer lista de especialistas. Eu tampouco imaginava… Leia mais Kirill Petrenko e a Filarmônica de Berlim

Evgeny Kissin em São Paulo; ou: as virtudes de um pianista jurássico

São claras para todos nós amantes de música as virtudes esperadas em um espetáculo de Evgeny Kissin. Sobretudo, sua sonoridade extraordinária, que ficou mais uma vez explícita no programa desta quarta-feira dia 17 de junho, na Sala São Paulo. Extraordinária sonoridade em sua variedade de timbres – nunca opacos -, projeção de som quase sobrenatural,… Leia mais Evgeny Kissin em São Paulo; ou: as virtudes de um pianista jurássico

Um pombo pousa no galho… e cita Beckett sem entender

Que o filme seja alinhavado por dois pobres-diabos que passam o tempo a tentar comerciar invendáveis dentes de vampiros e sacos de risadas, é até desculpável – a referência aos clowns atônitos mas imensos de Samuel Beckett, embora trivial, é pertinente num roteiro que, do título à última cena, somados ao didatismo das pequenas narrativas… Leia mais Um pombo pousa no galho… e cita Beckett sem entender