Um pombo pousa no galho… e cita Beckett sem entender

Que o filme seja alinhavado por dois pobres-diabos que passam o tempo a tentar comerciar invendáveis dentes de vampiros e sacos de risadas, é até desculpável – a referência aos clowns atônitos mas imensos de Samuel Beckett, embora trivial, é pertinente num roteiro que, do título à última cena, somados ao didatismo das pequenas narrativas… Leia mais Um pombo pousa no galho… e cita Beckett sem entender