Ocidentalismo

por Leandro Oliveira

O coração e os ritmos em Beethoven

“O Globo” traz ao Brasil a reportagem “Doença no coração teria influenciado composições de Beethoven“. Originalmente publicada pelo jornal inglês “Independent”, trata do estudo de Zachary Goldberg, da University of Washington School of Medicine, originalmente publicado na “Perspectives in Biology and Medicine”. Ali, uma tese que mesmo em síntese é extraordinária: a música de Beethoven preservaria em alguns momentos uma espécie de eletrocardiograma musical de sua cardiopatia.

Uma tese como essa deve ser entendida, quando muito, como uma exploração informal sobre questões que evidentemente não poderiam ser encerradas de forma tão simplória. Parece um pouco de senso comum. Mas os jornalistas parecem se impressionar muito com referências acadêmicas, sobretudo referências acadêmicas pseudo-científicas como essa. Neil Postman já havia comentado em algum lugar que em algum momento tomamos os cientistas por deuses. Graças a Deus, ainda falta um pouco para tomá-los por musicólogos.

por Leandro Oliveira

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 6 de janeiro de 2015 por em academia, ciência, OBSERVATORIO e marcado , .

Últimos tweets

No ocidentalismo não salvamos almas. Alimentamos os peixes para passar as horas…

Agenda de posts

janeiro 2015
S T Q Q S S D
« dez   fev »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Siga Leandro Oliveira no Facebook

%d blogueiros gostam disto: