Ocidentalismo

por Leandro Oliveira

Alfred Schnittke (1934 – 1998)

Minha “primeira obra” de Alfred Schnittke foi seu Concerto Grosso n.2. Estudei a coisa toda com muito cuidado para cumprir minhas funções como assistente musical da Osesp – o concerto era regido por Roberto Minczuk e tinha como solistas Daniel Hope e Antonio Meneses.

Lá se vão… 10 anos de fascínio absoluto pela música de um artista genial! Tive uma imersão completa na obra de Schnittke em 2012, ano em que foi o compositor homenageado da temporada da Osesp. No meio do caminho, em 2007, tivemos a sorte de uma publicação recente em português, de autoria de Marco Aurélio Scarpinella Bueno.

Hoje, 24 de novembro de 2014, Alfred Schnittke faria oitenta anos.

por Leandro Oliveira

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimos tweets

No ocidentalismo não salvamos almas. Alimentamos os peixes para passar as horas…

Agenda de posts

novembro 2014
S T Q Q S S D
« out   dez »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Siga Leandro Oliveira no Facebook

%d blogueiros gostam disto: