Diretor dissidente iraniano ganha Urso de Ouro em Berlim

closedcurtain

O Irã se queixou aos organizadores do Festival de Cinema de Berlim por dar ao diretor iraniano Jafar Panahi um prêmio por um filme feito desafiando uma proibição estatal de 20 anos.

Panahi dividiu o prêmio de melhor roteiro em Berlim no sábado por “Closed Curtain” com o codiretor Kamboziya Partovi por um filme feito em segredo, que reflete os aspectos da vida de Panahi na prisão domiciliar na República Islâmica.

“Nós protestamos junto ao Festival de Cinema de Berlim. Suas autoridades devem consertar o seu comportamento, porque na troca cultural e cinematográfica, isso não é correto”, disse Javad Shamaqdari, chefe da organização nacional de cinema do Irã, relatou a agência iraniana de notícias estudantil (ISNA) na segunda-feira. (…)

No Estadão online – íntegra aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s