Ocidentalismo

por Leandro Oliveira

Hooligans que cantam “Nessun Dorma”

Vez por outra nossos gestores públicos retornam à ilusão pavloviana. É quando os aparelhos, direta ou indiretamente financiados pelo estado, passam a propor ações para “premiar” o público com o … Continuar lendo

13 de julho de 2018 · Deixe um comentário

O STF e a televisão

Todo analista cultural há de saber, pelo menos desde a década de 60 do século passado, o meio é a mensagem. Quando o Supremo Tribunal Federal brasileiro tomou a decisão … Continuar lendo

5 de abril de 2018 · Deixe um comentário

Wild Wild Country – resenha

Não saberia dizer em qual categoria fantástica poderíamos classificar o documentário “Wild Wild Country”, produzido por Mark and Jay Duplass e distribuído pela Netflix. É a história dos Rajneeshees, pessoas … Continuar lendo

21 de março de 2018 · Deixe um comentário

Beethoven por Swafford

Ao lado de Uma história cultural da Rússia de Orlando Figes, é o Beethoven de Jan Swafford a maior aquisição de minha estante entre os lançamentos de 2017. Ambos livros … Continuar lendo

1 de dezembro de 2017 · Deixe um comentário

Falando de outras coisas…

Há muito tempo escrevi no blog sobre a confusão um pouco pedestre sobre meio e mensagem no caso dos grafites e o governo Haddad. Lendo como se organizou a discussão … Continuar lendo

25 de maio de 2017 · Deixe um comentário

Os ecos da Ceifadora; ou, o mais mortífero Janeiro musical do século

O ano musical seguiu com outras mortes, talvez até mais culturalmente relevantes que aquelas comentadas no post anterior. Em menos de dez dias, morreram Pierre Boulez e David Bowie. Replico … Continuar lendo

19 de janeiro de 2016 · Deixe um comentário

Três mortes musicais no começo de 2016

Ontem, no primeiro dia de 2016, soubemos da morte de dois músicos que – cada um a seu modo – fizeram a cabeça de muita gente: Natalie Cole (aos 65 … Continuar lendo

2 de janeiro de 2016 · Deixe um comentário

Texto de adolescente e ideologia centenária; ou, a pobreza intelectual de alguém que se diz da minha geração

Acabo de descobrir ser um “imbecil” como Rodrigo Constantino, Felipe Moura Brasil, Eduardo Wolf, Joel Pinheiro, Leandro Narloch e Gustavo Ioschpe. Tal julgamento foi feito por um sujeito “da minha … Continuar lendo

20 de agosto de 2015 · Deixe um comentário

Foster e Gabrielli, os novos nomes do mundo da arte

“O que há num nome?”, perguntava o bardo; “nome é destino”, assevera o dito romano. Precisamos batizar com muito cuidado nossos protagonistas. Se falamos de tramas criminais, Thomas Crown é … Continuar lendo

27 de julho de 2015 · Deixe um comentário
Anúncios

Últimos tweets

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

No ocidentalismo não salvamos almas. Alimentamos os peixes para passar as horas…

Agenda de posts

agosto 2018
S T Q Q S S D
« jul    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031